A presidência de Biden: o caso de Guantánamo

A prisão de Guantánamo foi inaugurada em 2002 durante a administração do presidente George W. Bush com o objetivo de deter, interrogar e prender pessoas suspeitas de ligações à Al Qaeda e ao Taliban após os ataques de 11 de Setembro de 2001. Atualmente esta prisão continua a deter pessoas e tem sido alvo de várias críticas devido às graves violações de direitos humanos. O relatório da Amnistia Internacional “USA: Right the Wrong” encontrou  40 pessoas detidas por tempo indeterminado, todos muçulmanos, a maioria delas sem qualquer tipo de acusação e dos quais muitos foram torturados pelo governo dos EUA. A violação de direitos humanos torna-se evidente quando nenhuma destas pessoas usufruiu do seu direito a um julgamento justo.

Durante a administração de Barack Obama houve intenção de encerrar o centro de detenção de Guantánamo, no entanto, não passou de uma intenção. A administração de Donald Trump assinou uma ordem executiva para manter a prisão aberta, acabando por excluir o encerramento da discussão política e pública.

Com a nova presidência de Joseph Biden, regressa a esperança de encerrar o centro de detenção de Guantánamo. Durante a campanha Biden prometeu “Vamos defender os direitos daqueles que trazemos à justiça. E vamos fechar o centro de detenção na Baía de Guantánamo”. Vamos fazer-nos ouvir para que a sua promessa seja cumprida!

O que fazer:

👉 Assina a petição! https://www.amnistia.pt/peticao/chegou-o-momento-de-encerrar-guantanamo/

👉 Espalha a palavra nas redes sociais:

#Guantanamo é um símbolo de violações de direitos humanos que acontecem há demasiado tempo e sem qualquer responsabilização. Assinem a petição da @amnistiapt e apelem a que @JoeBiden cumpra a palavra: chegou o momento de encerrar #Guantanamo! https://www.amnistia.pt/peticao/chegou-o-momento-de-encerrar-guantanamo/

19 anos depois, 40 detidos, inúmeras violações de direitos humanos e nenhuma responsabilização: chegou o momento de encerrar #Guantanamo! Juntem também o vosso nome à petição da @amnistiapt e apelem a que @JoeBiden cumpra a sua promessa. https://www.amnistia.pt/peticao/chegou-o-momento-de-encerrar-guantanamo/

A justiça não tem lugar em #Guantanamo. 19 anos depois das primeiras detenções, esta prisão militar continua a ser um lugar de abusos de direitos humanos. Juntem-se à @amnistiapt e apelem a @JoeBiden que cumpra as promessas e encerre #Guantanamo! https://www.amnistia.pt/peticao/chegou-o-momento-de-encerrar-guantanamo/

#ResistimosJuntosVencemosJuntos